Como uma vela de ignição produz corrente?

Uma vela de ignição é um componente crucial em um motor de combustão interna, desempenhando um papel fundamental na ignição da mistura ar-combustível dentro dos cilindros do motor. O processo pelo qual uma vela produz uma faísca envolve a geração de corrente de alta tensão e a criação de uma faísca elétrica. Aqui está uma explicação detalhada de como uma vela de ignição produz corrente:

  1. Estrutura Básica:
    • Uma vela de ignição consiste em um invólucro de metal, um isolador, um eletrodo central e um eletrodo de aterramento. O eletrodo central se estende para dentro da câmara de combustão, enquanto o eletrodo de aterramento é montado no revestimento externo da vela.
  2. Fonte de tensão:
    • A corrente de alta tensão necessária para a geração de faísca é fornecida pelo sistema de ignição do motor. Nos veículos modernos, uma bobina de ignição gera uma alta tensão, normalmente na faixa de dezenas de milhares de volts.
  3. Bobina de ignição:
    • A bobina de ignição é um tipo de transformador que aumenta a energia elétrica de baixa tensão da bateria do veículo para a alta tensão necessária para a geração de faíscas. Consiste em dois conjuntos de enrolamentos – um enrolamento primário e um enrolamento secundário.
  4. Enrolamento primário:
    • O enrolamento primário está conectado à bateria e, quando uma corrente elétrica flui através dele, cria um campo magnético ao redor do enrolamento.
  5. Pontos de Disjuntor ou Chave Eletrônica:
    • Em sistemas de ignição mais antigos, os pontos do disjuntor serviam como interruptores que interrompiam o fluxo da corrente primária, causando o colapso do campo magnético. Nos sistemas modernos, uma chave eletrônica, como um transistor, é usada para a mesma finalidade.
  6. Tensão induzida no enrolamento secundário:
    • O campo magnético em colapso no enrolamento primário induz uma corrente de alta tensão no enrolamento secundário devido à indução eletromagnética. O enrolamento secundário normalmente tem muito mais voltas do que o enrolamento primário, levando a um aumento significativo de tensão.
  7. Cabo de alta tensão:
    • A corrente de alta tensão gerada no enrolamento secundário é transmitida à vela de ignição por meio de um cabo de alta tensão.
  8. Função da vela de ignição:
    • A vela de ignição atua como ponte entre o cabo de alta tensão e a mistura ar-combustível na câmara de combustão. Ele cria uma lacuna entre o eletrodo central e o eletrodo terra.
  9. Ignição por mistura ar-combustível:
    • Quando a corrente de alta tensão atinge a vela de ignição, ela ioniza a mistura ar-combustível entre os eletrodos. A ionização faz com que a mistura ar-combustível se torne condutora, permitindo que a corrente flua através da lacuna.
  10. Faísca elétrica:
    • O fluxo de corrente através da lacuna produz uma faísca elétrica. Essa faísca serve como fonte de ignição para a mistura ar-combustível, iniciando a combustão no cilindro do motor.
  11. Operação repetida:
    • A vela de ignição passa por esse processo repetidamente em cada cilindro do motor, sincronizada com a ordem de ignição do motor.

Em resumo, uma vela de ignição produz uma faísca servindo como ponto final para a corrente de alta tensão gerada pela bobina de ignição. A faísca elétrica através do espaço entre os eletrodos inflama a mistura ar-combustível na câmara de combustão, iniciando o curso de potência no ciclo de combustão interna do motor.

Recent Updates